Informativo 17/08/2016

Welle Laser recebe aporte financeiro da WPA (WEG Participações)
A graduada catarinense Welle Laser, líder nacional em máquinas a laser, fundada pelos jovens empresários Rafael e Gabriel Bottós, recebeu recentemente aporte da WPA, holding de investimentos e controladora do Grupo WEG, de Jaraguá do Sul. Com os recursos e a colaboração dos novos integrantes do quadro societário, a empresa buscará crescimento de participação do mercado com produtos de alta tecnologia e integrados aos conceitos mais modernos da Indústria 4.0 ou Manufatura Avançada. Otimista com o novo momento da companhia, o CEO da Welle Laser, Rafael Bottós, afirma que o objetivo está voltado para expansão das linhas de produtos com os mais altos padrões de qualidade e robustez. “Queremos avançar de forma sustentável e desenvolver no Brasil tecnologias para o mercado mundial”, completa o CEO.

As últimas semanas foram de novas conquistas e aprendizados para a TNS. Entre julho e agosto, a incubada do CELTA realizou sua primeira missão para a África do Sul. A ação, que aconteceu em parceria com a empresa SC Impex, teve como objetivo levar ao país soluções em antimicrobianos a base de micro e nanotecnologia. País emergente e pertencente ao BRICS, a África do Sul apresenta excelentes oportunidades comerciais, além de uma constante busca por crescimento e inovação. De acordo com as tratativas, as exportações devem ter início no último trimestre de 2016.

Também no mês de julho, a TNS iniciou uma série de palestras itinerantes sobre inovação na indústria com nanotecnologia. Essa iniciativa, promovida junto a empresas e universidades da Região Sul e Sudeste, visa incentivar empresas do setor produtivo a se diferenciarem no mercado através da inovação. A primeira palestra, realizada na sede da Mercur (Santa Cruz do Sul - RS), reuniu dezenas de empresários da região do Vale dos Sinos. As próximas palestras ocorrerão em Novo Hamburgo, Imbituba, Criciúma, São Paulo e Minas Gerais, terminando com apresentação da TNS na São Paulo Tech Week e na feira Nanotradeshow, eventos de finalização que ocorrerão em Novembro/16.

A tecnologia que iluminou um dos principais cartões postais do mundo – o Cristo Redentor - na abertura das Olimpíadas foi desenvolvida em Santa Catarina, por Gaspare Di Caro. Proprietário da Lux Enterprise, incubada virtual do CELTA, o franco italiano criou um projetor luminográfico que usa a própria luz para desenhar e criar formas. Com intuito de trazer para Florianópolis um pouco da arte que foi exibida no Rio de Janeiro, Gaspare projetou no prédio do CELTA, nos dias 11 e 12 de agosto, as mesmas imagens que agraciaram o Cristo Redentor na estreia das Olimpíadas. Após encantar o mundo inteiro, o espetáculo com a projeção acontecerá novamente no encerramento dos Jogos, que acontece neste domingo (21). 

Os fundadores da Resultados Digitais, graduada do CELTA que ajuda empresas de todos os portes a elaborar e colher frutos de estratégias de Marketing Digital, se tornaram recentemente Empreendedores Endeavor (organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo). Para a Endeavor, esses empreendedores são aqueles com os maiores sonhos, capazes de criar empresas que fazem a diferença e crescem continuamente, prosperam e empregam milhares de pessoas.  O processo seletivo normalmente dura cerca de seis meses, e é constituído basicamente de cinco etapas: Avaliação com o time Endeavor, Entrevista com mentores, Apresentação aos conselheiros e embaixadores locais,  Trial (fase de início de serviços da Endeavor) e por fim uma etapa internacional com entrevistas com mentores da organização de todos os cantos do mundo.